Texto: Querido, leia!


Hoje eu te vi passar de mãos dadas com sua nova amiga. Talvez namorada, quem é que sabe né? O aperto bateu na hora mas aquilo não era nada perto do que vinha a seguir. Na hora do intervalo tive a chance de observar você e ela mas de perto, você sorria e parecia feliz com tal companhia. E então o aperto sumiu abrindo espaço pra sensação de insuficiente. Você foi tudo e mais do que eu merecia, mas eu não soube retribuir metade da sua dedicação. Ver outra pessoa te fazer feliz me machucava mas hoje foi diferente. Um sorriso brotou em meu rosto por livre e espontânea vontade. E então eu descobri oque era amor de verdade. Leve, sereno e a cima de tudo, SUFICIENTE. Não tinha haver com egoismo, não tinha haver com desejar o fim de qualquer que seja a relação que você tenha com a tal garota. Tinha haver mesmo com se sentir bem em saber que alguém te fazia feliz. O amor é isso, desejar a felicidade de quem você ama, independente de quem seja o responsável pela mesma. Porque quem ama não deseja a dor, não deseja a angustia, o sofrimento e muito menos o troco com a mesma moeda. Podemos não ter dado certo mas serei eternamente grata por de uma maneira diferente, me ensinar a amar. Ainda sinto sua falta, ainda desejo você por perto, ainda rezo pelo seu anjo da guarda todas as noites. Talvez o destino, a sorte, o acaso nos reaproxime. Até lá, continuarei a apreciar sua felicidade de longe alimentando a minha.

Um comentário:

  1. Muito lindo esse texto, parabéns <3

    http://emmeumundodiferente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir